Piscina com Água Verde

Práticas para evitar que a água fique verde

Você esperou a semana inteira para aproveitar o fim de semana com a família e amigos na piscina e quando ele finalmente chegou, percebeu que a água estava verde? Apesar da coloração estranha, o fenômeno da piscina verde é comum e se dá por causa da proliferação de algas

O tratamento inadequado da água, o excesso de ácido cianúrico e microorganismos trazidos pela chuva ou pelo vento são as principais causas da mudança na coloração da água da piscina.

Não deixar a água parada e mantê-la sempre limpa, sem galhos ou folhas que podem cair na piscina, por exemplo, é apenas o primeiro passo para garantir a diversão do fim de semana.

Como evitar a piscina verde

Além de manter a limpeza em dia, o tratamento químico escolhido também deve ser correto. Sem os níveis certos de, alcalinidade, pH e cloro, as algas ou microorganismos vão se multiplicar e tornar a piscina imprópria para uso, nessas condições, o banho pode até causar problemas de saúde.

Por isso, para garantir a piscina livre de bactérias e com água cristalina para o fim de semana, lembre-se de sempre checar se os parâmetros da água estão corretos:

  • pH ideal: 7.0 – 7.4
  • alcalinidade ideal: 80-100ppm
  • cloro livre: 1 – 3ppm
  • ácido cianúrico – até 100ppm

Avaliar o ácido cianúrico da piscina é muito importante. Lembre-se de que se esse componente químico, presente nos cloros a base de Dicloro e Tricloro, estiver acima de 100ppm, as algas podem surgir porque ele interfere na ação sanitizante do cloro.

Se as medições estiverem fora do padrão apresentado acima é preciso ajustá-los para que a água fique própria para uso.

De olho no tratamento

Fazer a limpeza e a manutenção química de forma correta e regular garante que sua piscina esteja sempre cristalina, livre de bactérias e pronta para uso. Para isso, aposte nos cuidados com os produtos da hth® e garanta a diversão do fim de semana sem piscina verde.